segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Entendendo Nanograma e Micrograma - Coloide e Prata Coloidal


Difícil, visualizar a dimensão de nanograma e micrograma, o que gera certo receio quando se fala em prata coloidal, para algumas pessoas, então para entender essas medidas vamos explicar e fazer comparativos.

1º  -  O que é uma solução:

     São misturas homogêneas translúcidas, com diâmetro médio das partículas entre 0 e 1nm (nanômetros).
Exemplos: açúcar na água, sal de cozinha na água, álcool hidratado.

******************************************************************


2º - Coloide: (prata coloidal)

       São misturas homogêneas que possuem moléculas ou íons gigantes. O diâmetro médio de suas partículas é de 1 a 1.000nm (nanômetros). Este tipo de mistura dispersa facilmente a luz, por isso são opacas, não são translúcidas.
       Podem ser sólidas, líquidas ou gasosas.
      O termo coloide vem do grego e significa "cola" e foi proposto por Thomas Grahm, em 1860 para denominá-las as substâncias como o amido, cola, gelatina e albumina, que se difundiam na água lentamente em comparação com as soluções verdadeiras (água e açúcar, por exemplo).
Apesar dos coloides parecerem homogêneos a olho nu, a nível microscópico são heterogêneos. Isto porque não são estáveis e quase sempre precipitam.
Exemplos: maionese, shampoo, leite de magnésia, neblina, gelatina na água, leite, creme.

**********************************************************************


3º - O que é nanômetro:

       Um nanômetro (ou nanômetro), milimícron ou milimicro é a subunidade do metro, correspondente a 1×10−9 metros, ou seja, um milionésimo de milímetro ou um bilionésimo do metro. Tem como símbolo nm.[1] A forma não acentuada da palavra, nanômetro tem sido defendida como sendo a correta,[2] contudo, não está atualmente presente em qualquer dicionário da língua portuguesa.[3]
É uma unidade de comprimento do SI, comumente usada para medição de comprimentos de onda de luz visível (400 nm a 700 nm), radiação ultravioleta, radiação infravermelha e radiação gama, entre outras coisas.
1 nm = 1000 pm
1000 nm = 1 µm
picômetro << nanómetro << micrômetro

Ficaria assim para que você entender essa medida de comprimento:
Quilômetro     0,000001  = 10-6
Metro             0,001       = 10-3
Decímetro       0,01
Centímetro      0,1
Milímetro        1
Micrômetro     1000
Nanômetro     1000000    *
Angstrom       10000000

**********************************************************************


4º - MICROGRAMA

     Quando falamos de quantidade de prata coloidal a ser tomada em ppms (partículas por milhão), fica um tanto vago para os leigos, por isso vamos entender o que é micrograma.
     “O  EPA diz que a dose suficiente recomendada é  10 a 20 ppm ou 10-20ug/ml dia  ou  10-20mg/litro dia ou   10000ug/litro dia   ou    0,01mg/ml dia resumindo :

    Se em 1000 ml você tem 20mg ou 20 ppm por litro, cada ml terá:  20:1000 = 0,02 mg/por ml ou 20ug/ml.

   Portanto, a dose diária será em ml , 1 ml dia a 20 ppm, podendo haver uma alteração na dosagem  como mostra abaixo e no documento num limite seguro, porém a dose deverá ser adaptada a cada caso num determinado período de uso sem comprometimento orgânico.”
     Micrograma é a milionésima parte do grama, portando 1 grama = 1000000 de microgramas

     No caso da prata coloidal que está em meio aquoso com uma determinada densidade que vai determinar a equivalência entre ppm => micrograma, temos a seguinte definição exemplos:

************************************************************************************************************


   5º - Partes por milhão ou abreviadamente ppm é a medida de concentração que se utiliza quando as soluções são muito diluídas.
    Concentrações ainda menores podem ser expressas em partes por bilhão (ppb), partes por trilhão, etc, no que se chama partes por notação, da qual a ppm é a mais usual.



    Em massa que é o caso da prata coloidal no meio aquoso

    A concentração ppm em massa expressa a massa de soluto (disperso), em µg (micrograma), existentes em 1 g (1 milhão de µg) de solução.
     Exemplo: Quando se afirma que a água poluída de um rio contém 5 ppm em massa de mercurio significa que 1 g da água deste rio contém 5 µg de mercúrio.
Se considerarmos a densidade das soluções aquosas = 1,00 g/mL (ou aproximado) pode usar-se as seguintes relações:
                             ppm = mg/litro = µg/mL
Além disso, pode ser visto ppm em massa como mg/kg também. Nesse caso, demonstra o quanto de soluto em mg há em 1 kg de solução. Logo pode-se concluir mais uma relação:
                             ppm = mg/kg = µg/mL = mg/litro
Por exemplo, ao dizer que em uma solução há 75 ppm de KI, Iodeto de potássio, é o mesmo que dizer que em uma solução qualquer de 1 kg em massa há 75 mg de KI diluída nela.

Leia mais sobre densidade de massa: http://pt.wikipedia.org/wiki/Densidade .


   Assim quando dizemos que há 20 ppms (partículas por milhão) em 1 litro de água estamos dizendo que há 20 µg (micrograma) em 1 litro de água, 20 microgramas numa tabela de conversão seriam:

Quilograma       0,000000001   = 10-9
Hectograma     0,00000001      = 10-8
Grama                0,000001
Centigrama      0,0001
Miligrama          0,001
Micrograma     1
Nanograma     1000

Então em 1 litro de água terá 0,000001 gramas de prata coloidal.





               http://pt.wikipedia.org/wiki/Densidade
               http://pt.wikipedia.org/wiki/Grama

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer comentário com conteúdo ofensivo será deletado. Por isso, só poste comentários que venham a contribuir para o conteúdo, sugestões, avaliações técnicas, etc. Agradecemos sua participação que é muito preciosa para nós e nossos leitores por todo mundo.